Tag de arquivos: programador

Eu não sei o que me levou a escrever esse post, mas resolvi me apresentar e contar um pouco quem sou eu, profissionalmente falando. Por ser um conteúdo bem diferente dos que venho publicando, vou compreender se você passar batido e não chegar até o fim, mas também ficarei feliz em saber que você leu tudo e agora me conhece um pouco melhor, mesmo eu não sabendo quem é você 🙂 O “sobrinho” Como quase todo programador, eu comecei minha carreira sendo o famoso “sobrinho”, mesmo sem ter noção de que era um na época. Se você não sabe, basicamente o sobrinho é o cara que “mexe com computador”, acha que sabe coisa para caramba e seus “tios” (mais conhecidos como clientes que querem pagar pouco) acreditam que você é o cara que pode resolver todos os seus problemas: impressora, telefone sem fio, celular, site, café etc. Eu tinha uns 14…

Leia mais

Vamos falar sobre isso de uma vez por todas?!?! Amigos Pythonianos, tudo bem? Preciso confessar que estou sofrendo… E muito! Trabalhar com um código legado quase sempre é uma enorme dor de cabeça, mas não deveria ser assim. O motivo? ZONA total!!! Ok, não sou o programador mais limpo da face da terra, mas garanto que não sou sujo como alguns projetos que encontro por ai! Mas, antes de entrar efetivamente no mundo das PEPs, precisamos primeiro saber o que é, o que comem, onde vivem… O que são as PEPs? PEP — Python Enhancement Proposal (ou Proposta de Melhoria do Python) é um documento que tem como objetivo fornecer informações da linguagem para a comunidade Python. Uma PEP é capaz de fornecer uma especificação técnica concisa de recursos e justificativas para a utilização deste recurso. Atualmente existem várias PEPs disponíveis (várias mesmo), mas confesso que dentre todas elas, a mais importante para mim (a…

Leia mais

Você sabe como o import no Python funciona? Muita gente sabe para que serve, mas não como ele realmente funciona. Diferente de outras linguagens, o import do Python não é apenas a adição textual de um arquivo X em um arquivo Y, ele vai muito além disso. Quando utilizamos o import, ele executa 3 ações: 1) Procura pelo módulo importado Quando colocamos import something seria o mesmo que informar /dir/something.py. Feito isso o Python irá procurar pelo módulo referenciado em seu import para, se preciso, transformar ele em byte code. 2) Se for preciso, compila em byte code Como dito anteriormente, após localizar o módulo referenciado em seu import, o Python irá criar um arquivo .pyc compilado em byte code. Além disso, é verificado se o arquivo está ou não atualizado, se for preciso ele é recompilado no momento em que o programa for “restartado”. 3) Executa o código do módulo importado Para esse terceiro passo resta executar o byte code gerado no passo anterior.…

Leia mais

Quando comecei a fazer meus “freelas” eu tinha muita dificuldade e preocupação em criar um contrato para resguardar a mim e ao meu cliente. Por incrível que parece muitas agências, empresas e profissionais ainda tem essa dificuldade na hora de fazer um bom contrato, pois existe sempre uma preocupação de apenas se preparar para o pior. Quase sempre pensamos que adicionar itens como multa por isso, multa por aquilo etc. Isso até pode nos proteger, mas em sua grande maioria estaremos assinando o nosso primeiro e último trabalho para determinadas empresas. A primeira coisa que precisamos entender é que um contrato é muito mais que prevenção de futuros problemas, é uma forma de selar uma parceria entre os envolvidos no processo. Ok, mas e ai? Existem dois tipos de contrato em que você pode se basear, o de escopo fechado (normalmente o mais utilizado e o causador das maiores dores de…

Leia mais

4/4